• Renata Teixeira

Cidades de SP | Lavrinhas

Aos pés da Serra da Mantiqueira, rica em poços de águas cristalinas está a pequena cidade de Lavrinhas. Pequena por ter menos de 8.000 habitantes e ainda numa fase de começo de desenvolvimento turístico, mas grande em riquezas naturais.


Trilha da Cachoeira do Poço Azul

Com Passa Quatro (MG) ao norte, Queluz a leste, Silveiras a sudeste e Cruzeiro a Oeste, está Lavrinhas e suas duas cachoeiras mais procuradas pelos visitantes: Cachoeira da Pedreira e o Poço Azul.


Fizemos um bate-volta de São Paulo até a cidade, pegamos 3 horas de estrada e chegamos à cidade em torno das 09h00. A partir daí, começamos a perceber que a cidade ainda está em desenvolvimento turístico, pois não tem muita estrutura, como padarias (não encontramos nenhuma), restaurantes e centro de visitantes.

Por ter pesquisado algumas informações antes de ir, sabia da existência da Pousada Poço Azul, onde fomos muito recebidos para conhecer a estrutura e pedir informações de como poderíamos chegar na entrada da trilha da Cachoeira da Pedreira. A dona da pousada disse que em tempos normais eles também recebem pessoas apenas para almoçar, porém, como estávamos em tempos de pandemia ainda, eles restringiram a área de almoço apenas para as pessoas que estavam hospedadas.


Nos foi indicado para o almoço o Racho Carlos Lopes, onde tem uma grande área com vários atrativos e restaurante, o que é uma boa opção para ir com a família, caso não queiram se aventurar na trilha que dá acesso ao Poço Azul e aproveitar apenas a Cachoeira da Pedreira.


A Cachoeira da Pedreira é de fácil acesso, pois fica ao lado da Estrada Pinheiros e próximo ao Rancho do Zé Neto. Você pode deixar o carro estacionado na estrada mesmo ou, se preferir, pagar R$ 10,00 e deixar o carro dentro da área onde criaram uma estrutura de estacionamento e uma casinha para tomar café compartilhado, além de ficar a poucos metros da Pedreira.



Descemos então até a cachoeira e ficamos pouquíssimo tempo, apenas para conhecer mesmo, pois estava muito cheia e com pessoas muito próximas e sem o uso de máscaras. Um dia pretendo voltar para aproveitar mais, pois é lindíssima!


Cachoeira da Pedreira

Fomos então para a trilha onde leva até a Cachoeira do Poço Azul. Colocando no Google Maps a rota Pedra do Japonês - Cachoeira do Poço Azul, é possível visualizar o trajeto da trilha, que fica dentro de uma propriedade privada, porém o acesso é livre para visitantes.



É uma trilha bem tranquila de apenas 1,5 km, mas existem três pontos que são de maior dificuldade: a descida e a travessia de pedras entre a Pedra do Japonês para o outro lado onde começa a subida, essa subida que tem poucos metros, mas é bem íngrime e o barranco onde é preciso descer para ter acesso ao poço. Vencendo isso, você já ganhou o dia haha. No vídeo abaixo é possível visualizar um pouco melhor para entender esses detalhes.



Chegamos ao paraíso! Que cor! A água é tão cristalina que se pode ver o fundo, linda demais.



Aproveitamos o dia e pegamos a trilha de volta antes que escurecesse e foi uma das vistas mais lindas que não via há tempos. Um pôr do sol de encantar!



Vale a pena conhecer a cidade se você não espera muita estrutura turística e se não busca um turismo urbano.







34 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo
© 2020 Renata Teixeira | Todos os direitos reservados. 
RSS Feed
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now